Câmara Devolveu R$ 1,5 Milhões a Prefeitura.

Na manhã desta Sexta-feira (28), o vereador Leonardo Betin (PDT), deixou a presidencia da Câmara de Vereadores de Itaqui.  Ao lado do vereador Clóvis Correa (MDB), como vice-presidente e a vereadora Quéli Ferreira (PP), como secretária, Leonardo fez uma gestão (2017/2018), pautada na transparência dos atos do poder legislativo e austeridade com o dinheiro público, ajudando o executivo municipal e entidades como o Hospital São Patrício, através da antecipação de verbas.

Provocamos a reestruturação do site, da contabilidade, dos atos de gabinete e da instituição de um modo geral, facilitando o acesso da comunidade a todos os atos legislativos, afirmou o então presidente.  Além disso, a Câmara ajudou o executivo municipal com antecipação de valores, através de economias realizadas no decorrer dos meses, como cortes orçamentários com diárias (de 50%), sem proibir ninguém de viajar, mas conscientizando que se elas fossem realizadas quando realmente necessárias.

Medidas como essa proporcionaram a antecipação de cerca de  R$ 300 mil para eventos, mais R$ 200 mil para serem empregados na aquisição da usina de oxigênio no hospital São Patrício.  Neste caso, o prefeito não teria cumprido o prometido ao então presidente Leonardo e ao seu vice, vereador Clóvis, quando estiveram reunidos em Agosto deste ano no gabinete do chefe do executivo municipal.

Em tempos de politica tão desacreditada, o compromisso  a palavra do homem tem que ser firmada e cumprida, “disparou Leonardo”, visivelmente descontente com a atitude do prefeito, que deixa de ajudar o hospital como pretendia a mesa diretora da casa legislativa, com anuência dos demais pares da casa.

Além disso , ao encerrar o ano contábil, no dia 21, Leonardo anunciou, a devolução de R$ 1.000.000,00 ( Um Milhão de Reais), para os cofres do município. “Isso é o reflexo de uma gestão séria e comprometida“, justificou.  “Esta Economia, que ultrapassa a soma de R$ 1,5 milhões, foi o intuito de ajudar o Executivo a transformar estas sobras em realizações para a comunidade, como o pagamento das dividas junto ao hospital são Patrício”.

Além disso, durante a gestão, a mesa diretora presidida pelo vereador Leonardo, tomou medidas que visaram melhorar as atividades. proporcionando ações que visem o cumprimento das leis, corrigindo alguns problemas históricos na Câmara.  E ainda abriu processo de licitação para a construção do Plenarinho

Fonte: Jornal Nossa Época